Novo esquema para otimizar o atendimento na rede de saúde

Três centros de saúde (São Bernardo, Capivari e Costa e Silva) foram abertos exclusivamente para pacientes com sintomas de Covid-19

Novas medidas para atendimento nos hospitais municipais e centros de saúde entraram em operação nesta segunda-feira, 15 de março, para evitar aglomerações nas portas das unidades, melhorar o atendimento aos pacientes e desafogar as unidades que estão sobrecarregadas.   

Os hospitais Mário Gatti e Ouro Verde passam a atuar para casos de urgência, emergência e trauma e seguirão atendendo pacientes com Covid-19, mas de forma referenciada, ou seja, aqueles que forem encaminhados por alguma das estruturas de saúde da rede pública de Campinas.   

Três centros de saúde (São Bernardo, Capivari e Costa e Silva) foram abertos exclusivamente para pacientes com sintomas de Covid-19. Assim, pacientes com sintomas da doença devem primeiro procurar esses centros de saúde. Além disso, os 64 centros de saúde estão sendo reorganizados para atender, também, síndromes gripais.   

As Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) Anchieta Metropolitana, Campo Grande e São José continuam atendendo casos agudos e a UPA Carlos Lourenço está operando como Hospital de Campanha Covid. Pessoas com outros quadros de saúde devem procurar as demais unidades básicas. O objetivo é estruturar o fluxo de pacientes para otimizar recursos utilizados no atendimento.  

Outra medida implementada foi a antecipação de alta de pacientes que estão internados e na fase final de tratamento. São pessoas que ainda dependem de oxigênio nasal. A Prefeitura disponibilizou 200 concentradores de oxigênio, que estão sendo instalados em suas residências, para que elas continuem o tratamento em casa com acompanhamento dos profissionais da saúde.

Essas medidas são parte de um conjunto de ações que a Secretaria Municipal de Saúde e a Rede Mário Gatti passam a adotar para reduzir a pressão e evitar aglomerações na porta dos hospitais. Outras medidas incluem abertura de novos leitos de UTI e enfermaria e a reativação do Hospital de Campanha dos Patrulheiros.

Além disso, a Prefeitura está buscando médicos e enfermeiros de outras áreas para reforçar as equipes e também residentes de outras especialidades para ajudar no atendimento de enfermarias.   

Na semana passada, teve início a convocação de voluntários entre profissionais da saúde recém-aposentados, para atuar nos centros de imunização e permitir, assim, liberação da equipe que está atuando na vacinação, para poder reforçar o atendimento nas unidades de saúde. Interessados podem ligar no 2116-0233 ou entrar em contato pelo e-mail [email protected]