Novo Chevrolet TRACKER vem para inovar no mercado dos SUVs

Maior e mais sofisticado, modelo Flex ainda chega como o mais econômico do segmento e nova família de motores turbo

fotos: divulgação/Chevrolet – O Novo Tracker chega com potencial para liderar uma verdadeira transformação no segmento de SUVs. Isto porque o modelo da Chevrolet foi completamente atualizado e seu novo conjunto antecipa tendências nos quesitos mais valorizados pelo consumidor: design, segurança, conforto, conectividade e desempenho.

O Novo Tracker passa a ser produzido na fábrica da GM em São Caetano do Sul (SP). E traz duas opções de propulsores ECOTEC três cilindros: 1.0T (16,8 kgfm e 116 cv) e 1.2T (21,4 kgfm e 133 cv), esta última disponível exclusivamente com transmissão automática.

Interior traz linhas retas e modernas no painel e wi-fi nativo.

Na configuração de entrada, com transmissão manual, o Novo Tracker mostrou rodar médias até 14,8 km/l (G) e 10,4 km/l (E) em perímetro rodoviário e até 13 km/l (G) e 9 km/l (E) em trechos urbanos, números impressionantes levando em consideração o tamanho do veículo. Com transmissão automática as médias de consumo do Novo Tracker 1.0T são 13,7 km/l (G) 9,6 km/l (E) e 11,9 km/l (G) e 8,2 km/l (E), respectivamente.

Espaço interno aumentou em comparação com a versão anterior da Tracker.

Já o modelo 1.2T percorre, na estrada, médias de 13,5 km/l (G) e 9,4 km/l (E). Na cidade, os números passam para 11,2 km/l (G) e 7,7 km/l (E).

O novo SUV, de acordo com o Inmetro, é o Flex mais econômico da categoria, tanto na cidade como na estrada. São sete opções de cores, incluindo a de lançamento Azul Power, exclusiva do modelo topo de linha, e conta com um pacote de acessórios com mais de 30 peças exclusivas para personalização.

A GM promete que o novo modelo passa a ter valores de revisão programada até 60 mil km tão acessíveis como os de hatches populares.

Design traz a nova identidade global da Chevrolet, já aplicada no Onix e no Onix Plus.

Wi-Fi nativo

O Novo Tracker passa a ser o primeiro em sua categoria a oferecer Wi-Fi embarcado. Com isso, o usuário não precisa usar o plano de dados pessoal para acessar a internet. No caso do Novo Tracker, o sistema de internet de alta velocidade é nativo. Ou seja, faz parte da arquitetura eletrônica do veículo, permitindo atualizações remotas como já acontece com smartphones.

Novo Tracker vem com motor turbo (1.0 e 1.2). O mais econômico da categoria. Briga será intensa com T-Cross, da VW, e com o Renegade, da Jeep, pela preferência do consumidor.

Agora é esperar para ver como o novo Tracker vai brigar com os concorrentes direto, o T-Cross, da Volkswagen, e o Renegade, da Jeep. Bom para o consumidor que tem mais opções para escolher.