SP ultrapassa 341 mil casos e pacientes de Campinas irão para hospital no Ibirapuera

Propagação do vírus diminui na capital e aumenta no interior. Estado tem hoje 16.788 mortes causadas pela covid-19

foto: Governo do Estado de São Paulo – Com o aumento de casos no interior de COVID-19, o Hospital de Campanha do Ibirapuera passa a atender pacientes de Campinas, preferencialmente, e de outras regiões do estado, se necessário.

De acordo com o governo do estado, é mais barato e eficiente providenciar o transporte por ambulâncias com UTI e não montar um hospital de campanha em Campinas.

O hospital de campanha no Ibirapuera, dispõe de 240 leitos de enfermaria e 28 de UTI, além de sala de descompressão, consultórios médicos e tomografia. O custo de mais de R$ 10 milhões investidos por mês na unidade será direcionado para o interior do estado e Campinas terá desafogada sua capacidade hospitalar.

O serviço possui todo o aparato tecnológico para garantir atendimento com qualidade e humanização, além da prevenção a contaminações. Equipes de saúde e pacientes possuem acesso à internet wi-fi para manter contato com familiares, já que visitas e presença de acompanhantes serão restritas. Os boletins médicos são enviados por videochamadas, além de um canal por WhatsApp para contato diário.

Taxa de isolamento continua abaixo do ideal em Campinas e região, o que causa aumento de casos de coronavírus. foto: PMC

Os internados têm suporte de uma equipe multiprofissional e atividades focadas no bem-estar emocional, como biblioteca itinerante, mandalas para colorir e outras atividades culturais. Há sistema de ar-condicionado que assegura climatização adequada e troca de ar constante, atendendo às normas sanitárias e de segurança.

Além da possibilidade de encaminhamento de pacientes ao hospital do Ibirapuera, moradores da região de Campinas contam também 662 novos leitos de UTI criados em serviços de referência regionalizada, com foco no enfrentamento à pandemia. Também foram enviados 174 respiradores a unidades municipais, estaduais e filantrópicas localizadas na área do DRS (Departamento Regional de Saúde).

No estado de São Paulo, o número de leitos de UTI mais do que dobrou – passou de 3,6 mil para 8,1 mil, que contaram com mais de 2,4 mil novos respiradores destinados a serviços do SUS de SP.

SP registrou 8.657 novas ocorrências nas últimas 24 horas, o estado soma agora 341.365 casos confirmados do novo coronavírus. Há 199.005 pessoas curadas.São 142.360 pessoas que ainda estão com o vírus ativo, ou seja, se recuperam da doença. 

O estado contabiliza, até hoje à tarde (8/07), 16.788 óbitos provocados por covid-19

Há 5.616 pessoas internadas em estado grave no estado em casos suspeitos ou confirmados de coronavírus, além de 8.726 pessoas internadas em enfermarias.