Socorro ao pequeno empreendedor tem R$50 milhões

Banco do Governo do Estado disponibilizou mais R$ 50 milhões em crédito para microempresas com dispensa da Certidão Negativa de Débitos

foto: José Cruz/Agência Brasil – Mais de mil empresários já solicitaram o crédito disponibilizado pelo Desenvolve SP a partir desta segunda-feira (12). As solicitações, contabilizadas entre 00h e 17h, são, em maioria, do setor de comércio e restaurantes, bares, lanchonetes e similares. Na sequência estão academias de condicionamento físico, agências de viagem e hospedagens e salões de beleza. O socorro ao pequeno empreendedor é bem-vindo com o comércio fechado devido a pandemia de coronavírus.

O banco do Governo do Estado disponibilizou mais R$ 50 milhões para capital de giro na segunda linha de crédito emergencial com recursos próprios aberta em 2021. “Sabemos que estamos enfrentando o pior momento da pandemia e nosso trabalho é amparar o microempresário e preservar empregos”, afirma o Presidente do Desenvolve SP, Nelson de Souza.

FacilidadesSocorro ao pequeno empreendedor

Microempresas (faturamento anual até R$ 360 mil) dos segmentos de comércio, turismo e cultura e economia criativa podem solicitar crédito para capital de giro com taxas de 1,0% ao mês acrescido da SELIC, prazo de 60 meses para pagar e carência de 12 meses. Excepcionalmente, o banco dispensa a obrigatoriedade da apresentação de Certidão Negativa de Débitos (CND) e débitos inscritos no Cadin Estadual durante a pandemia não serão considerados impeditivo para concessão de crédito.

Para auxiliar na obtenção de garantias, o Desenvolve SP oferece a opção do Fundo de Aval – FDA, fundo garantidor criado pelo Governo do Estado. O banco permite também o uso do faturamento de 2019 (pré-pandemia) na negociação do empréstimo. Nossa expectativa é amparar quase 2 mil empresas com este crédito”, afirma Nelson de Souza, Presidente da instituição.

Microempresários podem fazer a solicitação de forma 100% online no site www.desenvolvesp.com.br. Outros R$ 50 milhões serão oferecidos pelo Banco do Povo em microcrédito para capital de giro. Para conhecer as condições, clique aqui.

Além da nova linha de crédito, o Desenvolve SP possibilita a suspensão temporária dos pagamentos de até três parcelas nos empréstimos já contratados com recursos do Tesouro Estadual, permitindo que o cliente as adie por mais três meses. A medida deve beneficiar em torno de 1.350 empresários.