Operação estiagem já registrou 268 focos de incêndio este ano

fotos: divulgação – O ano de 2020 está sendo de altas temperaturas, centenas de focos de incêndios, umidade do ar muito baixa e de trabalho intenso para a Defesa Civil de Campinas. Dados da Operação Estiagem deste ano comprovam o ano atípico com aumentos expressivos em todas as ocorrências. Em relação aos incêndios, foram 268 focos registrados pela Defesa Civil de maio a setembro de 2020. Ano passado, foram192.

As equipes da Defesa Civil também realizam vistorias preventivas. Foram 579 este ano, sendo que em 2019, o número foi de 454.

“Esses números são bastante significativos; refletem em um incremento muito forte no atendimento”, disse o diretor da Defesa Civil, Sidnei Furtado. Ele acrescenta que esse aumento é ainda agregado ao apoio da Defesa Civil ao Corpo de Bombeiros no combate aos incêndios.

A Operação Estiagem é realizada de maio a setembro todos os anos. Deveria terminar no último dia 30, mas as equipes da Defesa Civil decidiram estender o plantão e o monitoramento, “enquanto não observarmos a entrada das primeiras frentes frias trazendo chuva para cidade e região de Campinas”, explicou Furtado.

“Calorão”

Este ano, a Defesa Civil de Campinas começou a emitir boletins sobre extremo calor: de Atenção, quando a temperatura atingir 34ºC, e de Alerta, se atingir 37ºC. Os primeiros registros foram em setembro: 21 publicações de boletins de alta temperatura sendo 12 de Atenção e 9 de Alerta.

Os índices de Umidade Relativa do Ar também se sobressaíram este ano. Foram emitidos 105 alertas: 76 deles de atenção e 29 de estado de alerta, de maio a setembro. Em 2019, foram 64 no total. Os boletins da Defesa Civil podem ser consultados no site www.resiliente.campinas.sp.gov.br.