Entre conversas e saberes, “Matriarcas” chega à Casa de Cultura Itajaí

foto: divulgação – A Casa de Cultura Itajaí recebe a exposição “Matriarcas”, da documentarista visual Fabiana Ribeiro, com a participação da  Comunidade Jongo Dito Ribeiro, que fará uma intervenção cultural. A mostra reúne vários elementos simbólicos do universo feminino e da cultura popular. As fotos nas dimensões 2,50 metros x 1,50 metro são impressas em tecidos que passaram por um trabalho artesanal de bordado, realizado por Martha Alves, ex-integrante do Urucungos. As imagens são acompanhadas de textos que narram um recorte da trajetória dessas mulheres.   

“A Casa de Cultura Itajaí é um dos mais representativos espaços no que diz respeito a organização comunitária para o desenvolvimento de  ações socioculturais e educativas”, afirma a documentarista. Durante o decorrer do projeto, iniciado no final de 2018, Fabiana conversou com mulheres, comunidades e grupos, o que resultou em 22 retratos, cerca de 600 imagens e mais de 20 horas de gravações.   

“O projeto reconhece a importância de trazer para a narrativa o ponto de vista de um dos segmentos mais invisíveis, anônimos e discriminados da sociedade brasileira: as mulheres. E dentro do segmento, dar a devida visibilidade às mulheres negras”, destaca a autora, lembrando ainda das homenagens a “Vó Geralda”, mãe de TC Silva, da Casa de Cultura Tainã, que faleceu em 2018, aos 101 anos.  

O projeto é um mergulho no universo feminino da cultura popular e foi contemplado pelo Edital nº 26/2018 do Programa de Ação Cultural da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo.

Casa de Cultura Itajaí – Rua Benjamin Moloisi, 669 – Conj. Hab. Parque Itajai, Campinas – SP,