Audiência pública discute concessão do transporte coletivo nesta 5ª

Aberto a toda a população, evento ocorre no Paço Municipal, a partir das 18h. Participação é importante para apontar problemas e soluções referentes à utilização dos ônibus municipais

foto: divulgação – Na próxima quinta-feira, 28 de abril, a Administração Municipal dá início ao cronograma de audiências públicas para debater com a população as bases do novo processo licitatório para a concessão do transporte coletivo. O primeiro encontro será realizado no Salão Vermelho do Paço Municipal, que fica na Avenida Anchieta, nº 200, no período das 18h até as 20h. A coordenação é da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) e da Secretaria de Transportes (Setransp). 

A audiência será aberta a toda a população, conselhos municipais, associações de classe e entidades públicas e privadas do município. Os participantes poderão submeter perguntas, que serão lidas e respondidas durante o evento ou posteriormente. Trata-se de uma oportunidade para apresentar sugestões e relatos sobre a utilização das linhas municipais. A audiência será transmitida ao vivo pela TV Câmara de Campinas, em seu canal no Youtube. 

A modelagem atual da concessão do transporte coletivo será apresentada à sociedade por representantes da Emdec / Setransp e da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE), que realiza a revisão e adequação do termo de referência e edital da nova licitação. Os participantes poderão conhecer as premissas da licitação e as propostas das modelagens operacional, institucional e econômico-financeira. 

Como forma de garantir a abrangência do debate, outras 10 audiências públicas serão realizadas nas regiões de Sousas, Vila Industrial, Vida Nova, Jardim Morumbi, Cidade Singer / Campo Belo, Campo Grande, Jardim Londres, Amarais, Barão Geraldo e Padre Anchieta, nos horários das 10h às 12h ou das 18h às 20h.  

Confira o cronograma das audiências públicas do transporte coletivo: 

28/04 – 18h às 20h – Centro | Salão Vermelho – Paço Municipal (Av. Anchieta, 200) 

29/04 – 18h às 20h – Sousas | Salão Paroquial Igreja Santana (R. Siqueira Campos, 90) 

30/04 – 10h às 12h – Vila Industrial | Inspeção Veicular – Emdec (R. Dr. Salles Oliveira, 1380) 

02/05 – 10h às 12h – Vida Nova / Ouro Verde | CIC-ESPRO (R. Odette Teresinha Santucci Otaviano, 92) 

02/05 – 18h às 20h – Jardim Morumbi / Ouro Verde | Faculdade Anhanguera (R. Emília Stefanelli Ceregatti, 160)    

03/05 – 18h às 20h – Cidade Singer / Campo Belo | Igreja Missionária Água da Vida (R. Davi Alves de Barros, s/nº)         

04/05 – 10h às 12h – Campo Grande | Ginásio do Parque Floresta (R. Alziro Arten, s/nº) 

04/05 – 18h às 20h – Jardim Londres | Faculdade Anhanguera (R. José Rosolen, 171)           

05/05 – 18h às 20h – Amarais | SEST SENAT (Av. Comendador Aladino Selmi, 1395)  

06/05 – 18h às 20h – Barão Geraldo | Salão Paroquial Igreja Santa Isabel (R. Benedito Alves Aranha, 226) 

07/05 – 10h às 12h – Padre Anchieta | Espaço Cultural Maria Monteiro (R. Dom Gilberto Pereira Lopes, s/nº) 

Divulgação das reuniões – transporte coletivo  

Para incentivar a participação popular nas audiências, uma série de ações de comunicação são realizadas pela Emdec e pela Setransp. Faixas e cartazes estão sendo espalhados nos terminais urbanos, ônibus do transporte público, associações de bairro e pontos estratégicos das 11 regiões impactadas.  

O cronograma de audiências públicas também está sendo divulgado nas redes sociais da Emdec. O hotsite recebe atualizações contínuas sobre o processo e, a partir do dia 28, disponibilizará formulário eletrônico para receber dúvidas e sugestões da população.  

Aspectos da concessão 

Entre as premissas da nova concessão estão a redução de custos diante da alta no preço dos combustíveis no setor de transporte; o incentivo à adoção de frota limpa e ambientalmente sustentável; e a racionalização das linhas para adequação ao plano viário da cidade. Outros pontos considerados no atual processo são o equilíbrio econômico, social e ambiental do sistema; e a operação dos corredores BRT (Bus Rapid Transit – Ônibus de Trânsito Rápido). Além da atuação da FIPE, também contribui para a construção do futuro transporte público campineiro o WRI Brasil (World Resources Institute).  A primeira oportunidade de participação popular na revisão do processo de concessão do transporte ocorreu no dia 22 de novembro de 2021, quando foi realizada uma sessão pública, que apresentou os principais aspectos do tema. Durante 30 dias, a população pôde enviar sugestões, por meio de formulário eletrônico, para a construção colaborativa do processo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.