Casa da Criança Paralítica inaugura sala de Pilates

Novo espaço para reabilitação de pacientes representa um investimento próprio e de parceiros no valor de R$ 30 mil

foto: Lucas Vinícius de Souza – A Casa da Criança Paralítica (CCP), de Campinas/SP, inaugura nesta sexta-feira, dia 18 de março, às 9 horas, a sua sala de Pilates. Os pacientes da Casa terão atendimento gratuito pelos fisioterapeutas da instituição neste método de condicionamento físico criado pelo alemão Joseph Pilates durante a segunda Guerra Mundial.

“Esta sala é uma grande conquista para a nossa instituição que, apesar do atual cenário econômico no País, tem conseguido investir tanto na capacitação de seus profissionais quanto em sua estrutura física para garantir sempre o melhor atendimento aos nossos mais de 360 pacientes. Graças à valiosa ajuda de nossos parceiros, o Rotary e o Lions, conseguimos adquirir cinco aparelhos principais de Pilates: Cadillac, Chair, Barrel, Reformer e Corealign. Todos os equipamentos e acessórios do método representam um aporte de R$ 30 mil entre recursos próprios e desses parceiros de Campinas”, diz Jonas Lobo, presidente da CCP.

Segundo ele, o método Pilates, iniciado junto aos pacientes em setembro último pelos fisioterapeutas da CCP, é mais uma especialidade que tem auxiliado no tratamento de centenas de crianças e jovens para alcançarem uma qualidade de vida ainda maior. “Inovação e competência são as principais palavras para definir o trabalho desenvolvido há 68 anos pela equipe da Casa da Criança Paralítica quando o assunto é o processo de reabilitação de pacientes. Com as inovações e o talento de nossos profissionais, mantemos a missão de oferecer um atendimento gratuito especializado a crianças, adolescentes e jovens com deficiência física e comprometimento neurológico nas áreas de fisioterapia, fonoaudiologia, terapia ocupacional, médica, odontologia, psicologia, nutrição, serviço social e pedagogia, além de orientação às famílias.”

Sobre a Casa da Criança Paralítica

A Casa da Criança atende mais de 360 pacientes por mês, a maioria de baixa renda. Mais de 18 mil jovens e crianças que tiveram suas vidas impactadas positivamente pelo trabalho da instituição.

A instituição é certificada como Organização com Boas Práticas em Transparência e Gestão pela Phomenta, que integra o Comitê Internacional de Monitoramento de ONGs. A certificação segue os princípios de ética do Comitê e tem como objetivo desenvolver boas práticas em transparência e gestão para as organizações e proporcionar confiança aos parceiros e à sociedade civil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.