Campinas registra aumento de empresas abertas nos últimos 12 meses

Número mostra lenta retomada da economia com a pandemia sendo controlada

foto: Luiz Granzotto – A cidade de Campinas registrou em janeiro o maior número de empresas abertas dos últimos doze meses. Foram criados 678 novos negócios, um aumento de 8,4% em relação ao mesmo mês de 2020, quando 625 empresas surgiram. Embora com 309 empresas encerradas, o saldo é positivo em 369 negócios, o maior desde janeiro do ano passado, segundo levantamento da Junta Comercial do Estado de São Paulo (Jucesp).

O desempenho de janeiro mostra que, embora a pandemia esteja sendo fatal para muitas empresas, campineiros enxergaram oportunidades na crise, avalia a secretária municipal de Desenvolvimento Econômico, Adriana Flosi.    

“Nosso propósito é tornar Campinas a cidade mais amigável do Brasil para se fazer negócio. Vamos garantir maior agilidade para viabilizar aberturas de empresas e criar uma política fiscal justa e atrativa para o empreendedorismo”, disse.     O programa de desburocratização da Prefeitura, que tem como meta inovar e modernizar a gestão, prevê que o empreendedor poderá obter a viabilidade para a abertura de sua empresa em até três dias.     

O programa, apresentado a representantes de entidades do setor imobiliário, vai começar pela área de urbanismo, para dar rapidez à aprovação dos projetos, alavancar investimentos e gerar empregos na cidade.    

Segundo o levantamento da Junta Comercial do Estado de São Paulo (Jucesp), o número de empresas abertas em Campinas em janeiro foi 42,1% superior a dezembro e, de fechamentos, 20,2%.

Em dezembro foram abertos 477 novos negócios e encerrados 257, saldo líquido de 220 empresas criadas. Já 2020 fechou com um saldo de 2.588 empresas (5.658 criadas e 3.070 encerradas). De acordo com a Jucesp, 74,4% das empresas abertas em janeiro foram sociedades limitadas, 15,9% empresários individuais, 9,14% empresas

2020: o ano da pandemia

De acordo com a ACIC – Associação Comercial e Industrial de Campinas – Em Campinas o saldo foi negativo em 2020 na abertura de empresas. Foram registrados 5.527 estabelecimentos ativos no ano passado contra 5.799 em 2019 (-4,69%). Quanto ao encerramento das atividades, no entanto, 3.876 empresas deixaram de funcionar em 2020 contra 4.963 em 2019 (uma queda de 25,83% na quantidade de fechamentos.