Autorizada ciclovia entre os corredores Campo Grande e Ouro Verde

foto: divulgacão – A Administração municipal emitiu Ordem de Serviço (OS) para a construção da Ciclovia Opasa. A nova ciclovia terá aproximadamente 3,7 km de extensão. Ela será implantada em uma faixa de dutos de óleo denominada Opasa. A faixa foi cedida pela empresa Transpetro. A construção, por meio de parceria, será efetuada pela empresa Tegra. Os investimentos são da ordem de R$ 1.440.000,00.    

Esse trecho da ciclovia será executado a partir do cruzamento entre as vias Cormorão e Canário, no Bairro Vila Padre Manoel de Nóbrega, próximo ao Campus II da PUC Campinas. Passa pela Avenida John Boyd Dunlop; seguindo até o cruzamento com a Rua Madre Eduarda Shafers, No Jardim Santa Lúcia, próximo à Avenida Carlos Lacerda.      

A nova ciclovia liga a região do Corredor Campo Grande à região do Corredor Ouro Verde. As pistas serão em concreto armado, com largura de três metros. A ciclovia será equipada com acessibilidade nos cruzamentos com as calçadas.      

A ciclovia não irá interferir na rede de oleodutos. A tubulação de óleo mais próxima da superfície está enterrada a quase um metro de profundidade. Na fase de escavação, a profundidade máxima será de 15 centímetros. Durante toda a obra, a Emdec contará com o acompanhamento técnico da Transpetro. A OS foi emitida na quarta-feira, 18 de março. As obras começam imediatamente; e a previsão é de que seja totalmente concluída até julho.    

Faixa de oleoduto  

A faixa é formada por dutos enterrados a uma profundidade segura; e é aberta à circulação de pessoas. É permitido andar a pé sobre a faixa, de bicicleta ou de carroça. Há trechos livres para carros, respeitando as leis de trânsito. A Transpetro também autoriza e incentiva o plantio de hortas ao longo das faixas de dutos, como forma de preservação da área contra atitudes indevidas (como fogueiras, estacionamento de veículos pesados, descarte de entulhos e plantios não indicados).    

A faixa de dutos é demarcada por marcos quilométricos. Os dutos geralmente estão localizados nas extremidades dos canteiros centrais. Neste caso, no cruzamento entre as avenidas John Boyd Dunlop e Brasília.     O documento que formaliza a execução da obra é o Termo de Ajuste. Ele autoriza a construção e operação da ciclovia na faixa de servidão. Uma das condições é a realização da manutenção superficial e fiscalização do trecho da faixa, como já é previsto em todas as ciclovias implantadas no município. Futuramente, serão construídos mais três trechos de ciclovias na faixa de servidão.